Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
LIVRO DAS BATALHAS 32, 1-10

1 Eu não queria sangrar tanto. Não queria morrer tanto. Não queria, não queria!
Queria só um barco para poder voltar.
2 O meu tempo é curto e a cortina do céu se fecha. Logo o tempo finará. E as memórias que trago morrerão na beira do mar.
3 Não queria partir sem rever Estela. Essa estrela, da noite que vem, não me ilude.
Não faz jus à beleza de Estela, nem me cobre com o calor da mulher.
4 Devo ajustar a minha compreensão e aceitar o medo, para poder enxergar a verdade daquilo que virá, do que vier.
5 Dói todo o meu corpo, e minha alma sofre por se desligar de meu corpo, esse corpo inútil que nem sabe as coisas do amor,
6 esse corpo que só sabe o que é prazer e dor, frágil ajuntamento de células, sem rumo e destino.
7 Não posso chorar: a bênção do sacerdote vai me enviar para algum lugar que, eu sei, é bem melhor, sem armas e mortos, sem tiros e hinos heróicos,
8 um lugar onde os homens não se desconhecem, nem precisam de tradutores, cuja função trai o perfeito entendimento, a perfeita harmonia.
9 Termina o dia.
10 Termina a minha história. Permanece a poesia!
Francisco C
Enviado por Francisco C em 01/11/2007
Reeditado em 02/11/2007
Código do texto: T719684

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.franciscocampos.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Francisco C
Porto Velho - Rondônia - Brasil, 48 anos
363 textos (25900 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:11)
Francisco C