Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Longe de casa.

Que saudade do meu pago,
do cavalo e da prenda amada.
Minha estância trago na lembrança,
o gosto do chimarrão e o amor pela tradição,
batem no coração deste gaúcho sem fronteira!
Ademir Olivetto
Enviado por Ademir Olivetto em 02/11/2007
Reeditado em 27/03/2010
Código do texto: T719997

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ademir Olivetto
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
623 textos (15469 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 19:59)
Ademir Olivetto