Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O homem que quis sabia o que queria
Por saber o que queria, não precisava dizer-lhe o que fazer
O homem que quis, era um que não se prestava a ser capacho
Porque capachos são para o chão e jamais fui chão 
O homem que quis sabia ser gentil na medida exata
O homem que quis sabia quando devia ser firme
Mas sabia quando devia rever atitudes e voltar atrás
O homem que quis não me fez de bússola
Ele sabia exatamente para que lado ficava o norte
Se ele quisesse ir para o oeste, eu iria porque me parecia bom
O homem que quis sabia que não entendo todas as coisas
Mas também sabia que poderia aprender o que fosse preciso
Sabia que mesmo que eu não pudesse fazer algo, poderia escutá-lo...
E saber escutar é uma arte refinada e rara
O homem que quis, não tinha estratégias de guerras pré-concebidas
Era paz nas tempestades, calmaria nas temporais e luz nas trevas
Não porque fosse um super-herói, mas por toda sua experiência
O homem que quis sabia como ser meu amado homem
Não fazia jogos de horror na nossa cama onde um tentava superar ao outro
O homem que quis era simples e complexo, íntegro e inteiro
Nunca seria dona do homem que quis, nem ele seria dono de mim
O homem que quis seria meu por seu querer, assim como seria dele porque queria
O homem que quis jamais existiu além do meu querer
Rose Stteffen
Enviado por Rose Stteffen em 03/11/2007
Reeditado em 21/04/2011
Código do texto: T721200
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rose Stteffen). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Stteffen
São Paulo - São Paulo - Brasil
1307 textos (175913 leituras)
11 áudios (1660 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 18:29)
Rose Stteffen