Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS UM DEVANEIO

Ouça, ouça o barulho que vem do lado de fora
Os sons das pegadas de um desconhecido
Os galhos e as plantas ganham o seu movimento
O vento cantor se apresenta e encanta.
Pois no palco deste sonho só é convidado
O personagem principal do meu ritual sagrado.

Veja, veja a insanidade ir embora
As imagens que amanhã terei esquecido
E que de fato preencheram algum tempo.
Invento uma dor como se faz uma dança
Pois mais vale ter algo para ser lembrado
Do que de vazios construir um passado.

Queria fazer da consciência uma vontade
Ser quem eu sou, quem eu guardo com amor,
Ser criança sem idade, sem temor
Ser compreendido pela minha realidade

De que só temos uma vida, e ela é tão breve...
Que o melhor é poder levá-la em paz
E não se importar se agora percebe
Que se não se perder... nada se faz....
PoetadoKaos
Enviado por PoetadoKaos em 03/11/2007
Código do texto: T721603
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poeta do K@os - http://poetadokaos.blogspot.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PoetadoKaos
Três Corações - Minas Gerais - Brasil, 49 anos
129 textos (2828 leituras)
1 e-livros (30 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 18:59)
PoetadoKaos