Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A NOVA POESIA

Vamos plantar nossa bandeira no concreto,
nas margens da poesia inconsequente.
Onde um homem chorou seus desalentos,
sua própria vontade de não-ser.
Vamos fazer poesia a machadadas,
a baudelaireadas,
a ferreiras-gularzadas.
Vamos erguer castelos sobre os restos de outrora
e dançar sobre a cova dos poetas mortos.
Alexandre Magno
Enviado por Alexandre Magno em 04/11/2007
Reeditado em 04/11/2007
Código do texto: T722803
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Magno
Serra Leoa, 30 anos
58 textos (2787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 04:05)
Alexandre Magno