Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conspiração mobiliária


Essa mesa não pára quieta.
Enche-se de poeira,
permite que a aranha, teça no canto uma teia.
Bagunça minhas coisas,
desfaz minha ordem,
embaralha meus papéis.
Eu...
Brigo... grito... xingo... esperneio...
Enquanto que ela...
Solta de soslaio debochada gargalhada.
A descarada ainda acha que está certa.
Só podia mesmo ser mesa de poeta
para ser assim... tão abusada.
Jaqueline Serávia
Enviado por Jaqueline Serávia em 05/11/2007
Reeditado em 26/06/2008
Código do texto: T724207

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jaqueline Serávia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
233 textos (6461 leituras)
1 áudios (44 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 18:05)
Jaqueline Serávia