Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Casto


Preso em ti não tento fugir
Embora todas as portas abertas
Agarro-me a esperança do teu amor
Quisera algemar nossos corações
Porem, seus olhos fitam outros horizontes.

Este amor platônico que me escraviza
Torna a sensatez nuvem de verão
Plana no vasto campo da solidão
Teu sorriso cada vez mais distante
No peito, ferida que não cicatriza.

Noite e dia sonho tê-la comigo
Fiz da minha mente tua morada
Só que jamais pousas lá
Vou navegando nas ondas da ilusão
Buscondo mar-adentro trazê-la ao meu abrigo.

Jamaveira


Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 06/11/2007
Reeditado em 07/11/2007
Código do texto: T725479
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 63 anos
1943 textos (97634 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 03:20)