Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caminhos d’alma



Não sei para onde vou
Sei para onde não vou
Os meus passos são longos
Para o meu curto caminhar.

O que está longe
Aos poucos chega perto
Ou perto chega o que está distante
E nada chega perto em um lugar deserto.

O vento é o impulso
Que brada em contínua segurança
Minha vontade aponta um novo curso
Meu cansaço é uma luzente de esperança.

Não sei para onde vou
Nem sei se vou...
Sei para onde não vou
Sei que vou.

Vou ao topo e admirar o que vejo
Vou tão longe sem contar meus passos
Vou tão fundo sem tremer de medo
Vou tão perto com meus pés com meus pés descalços.

A bússola é a minha intuição
Meus olhos abertos o lampião
A companhia é o meu sozinho
Fiel companheiro neste meu caminho.

Não sei para onde vou
Sei que chegarei no fim
E agora não sei onde estou
Abro os olhos estou dentro de mim.


  William Silva.





                                                 

William Sillva
Enviado por William Sillva em 16/11/2005
Código do texto: T72570
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
William Sillva
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
21 textos (856 leituras)
1 e-livros (60 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:25)
William Sillva