Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O céu


Preciso andar, cavalgar
Ficar um pouco só
Achar a paz
Reuni os meus pensamentos em um só lugar
Criar novas idéias
E ouvir o canto da cachoeira se imortalizar.

Preciso abraçar uma árvore florida
Penetrar no extenso céu azul
Aclamar as belezas de Deus
Não falhar a tua presença.
E contar esta beleza diante a um filho meu.

Preciso ouvir o canto dos pássaros
Para quem sabe! Imitá-los ao relento
Admirar a liberdade das gaivotas no oceano
Calar-me em ume multidão de vozes
E gritar o silêncio do mundo vão
Abolir o que ficou sem abolir
Acordar do pesadelo da perturbação.

Preciso sentir a chuva
Para que cada pingo de água
Me sirva de inspiração ao tópico
E no mais alto possível
Em uma montanha talvez
Para que eu grite. Liberdade!

A candura do tépido amanhecer
A luz no alto da montanha
É a liberdade do meu sublime saber.

Bravo! Bravo!
Os caminhos dos homens não passam por aqui
Que seja assim para todo e sempre
Ao lugar de caminhada e cavalgada sem fim!

Não digas que minto
Aqui não há mentiras
Só há verdade
Do céu que Deus fez assim.

  William Silva.


William Sillva
Enviado por William Sillva em 16/11/2005
Código do texto: T72578
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
William Sillva
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
21 textos (856 leituras)
1 e-livros (60 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:22)
William Sillva