Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMEÇAR DE NOVO ®


Meu coração está negro
Como as nuvens escuras
Que escondem o céu de anil.
Não ouço mais a tua voz
E tua presença marcante
Sumiu como cão endiabrado
Por maus tratos do seu dono.
Dos beijos desejados
Só restou sabor amargo.
Choro. E meu semblante
Parece um duende de ressaca.
Meu olhar é patético como a entender
Minha inquieta tristeza...
A tua indiferença
Afugentou minhas esperanças,
Deixando como direção, o “nada”.
Apaixonada, não observei
O prenúncio da separação,
Muitas vezes agi como avestruz,
Temendo enfrentar a realidade.
Agora não há mais culpas e desculpas,
Comprometo-me com o melhor de mim
A abandonar amargos ressentimentos
Me livrar das raízes do passado
E retomar minha vida
Do ponto que partir para te seguir.

 
Val Bomfim
Enviado por Val Bomfim em 06/11/2007
Código do texto: T725959

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Val Bomfim
São Paulo - São Paulo - Brasil
23 textos (1580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:18)
Val Bomfim