Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

nova idéia

parece ter chegado mesmo a hora
do zero das essências filosóficas
e de termos licença de criar

ele há mares que estão por descobrir
ele há grutas que nunca viram gente
ele há fadas que esperam voz humana

são presenças distantes e tão nossas
que pedem o calor da emoção
pra se tornarem pão de cada dia

fantasma que nem morre ou abre os olhos
são essas vozes tintas de passado
que lembram esqueleto denegrido
que foi de velho túmulo arrancado
pois seja um outro cristo esse passado
dos mortos ressurgido para ser
o novo sangue em nossa nova idéia
António Soares
Enviado por António Soares em 06/11/2007
Código do texto: T726049

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António Soares
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 83 anos
101 textos (4440 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 20:34)
António Soares