Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De volta ao rancho



Quando sai de meu rancho para seguir minha estrada
e abandonando a morada onde fui tão feliz
como doeu em meu peito ver ali de carancho
aquele humilde rancho que eu mesmo fiz


Dando rédeas ao pingo fui aumentando distância
tratando sem importância aquele tão rude lar
pois desde aquele dia tão sofrido e triste
a saudade me insiste me implorando a voltar

O que o dinheiro não faz a gente acabar fazendo
deixei o rancho padecendo para o meu futuro encontrar
como eu pude abandonar em busca de dinheiro
o meu abrigo campeiro e meu eterno lar

Mas um eu voltei para rever meu ranchinho
padecendo sozinho que só lembranças me traz
eu ali de sol a sol pouco a pouco construindo
e hoje o vejo caindo aos poquitos no más

Quantas lembranças ranchinho que tua estampa retém
reminiscências me veêm me forçando a chorar
vou dar fim a tua sina de viver tão sozinho
por que agora ranchinho eu voltei para ficar
Prinzo
Enviado por Prinzo em 07/11/2007
Código do texto: T727301

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Prinzo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 38 anos
38 textos (2529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 23:18)
Prinzo