Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LEI HUMANA

Que lei é essa,
Que não pode ser burlada?
Como tantas outras,
Defraudada?

Seu julgamento é fatal,
E todos estão condenados.
Sob ela vivemos,
Sem mais nem menos.

Não há por onde fugir,
Nem esconderijo
Intransponível.

Cada segundo está contado,
Cada passo anotado.
Tudo milimétricamente
Calculado.

Tentei suplicar
Ofereci meus rogos,
Mesmo assim não cedeu.
Implacável.

Nem sua fúria
Pôde ser amenizada,
Ou seu rigor
Amortecido.

Inexorável me tirou
O que mais precioso
Me pertencia, meu ouro:

Minha vida,
Que julgava eterna.

E hoje apesar
Das mãos fracas,
Da visão curta,
E do andar encurvado,

Conservo em mim
Mesmo que imperceptivel
Aquele olhar de
 muito tempo atrás.

Aquele olhar curioso
Que muito ainda tem
A aprender.

Mas o que fazer?
A lei tenho que pagar...

Mas juro que conservarei
Comigo, no meu íntimo
Até o fim
o mesmo espirito jovem...

Sedento de conhecimento
que me foi tirado.
E assim infringir

Essa lei do pecado.
Towanda
Enviado por Towanda em 07/11/2007
Código do texto: T727856

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Towanda
Catanduva - São Paulo - Brasil, 31 anos
18 textos (895 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 06:42)
Towanda