Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grito na Noite Louca




Olhei o copo sujo,mofado
Empoeirado, no receptáculo
encaroçado da taverna

as anormalidades aradas na terra
castigada pelas intempéries, remoíam
os ares,contemplares,vertiam em vinhos
tosco, os rostos disformes de fome.

na bruma oculta indecente vi
contente a luta incondicional
orbital das lamurias impróprias
das raparigas emproadas.

Vesti a mascara nocturna do amante que
Sumiu nas névoas noturnas e tomei
O  leite galáctico das fêmeas
Loucas, nuas famintas.

Gritei na deformidade,plástica
Desta poesia louca,meus medos
e fantasmas presos no temerário
escuro da luz fosca.




demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 07/11/2007
Reeditado em 08/11/2007
Código do texto: T727914

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
980 textos (36577 leituras)
12 áudios (774 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 05:23)
demetrioluzartes