Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARTA NÃO ENVIADA


Queria entender tudo o que sinto nesse momento.
Se é saudade, tristeza, melancolia...
Mas não consigo definir o que é.
Penso em tudo e não encontro respostas, nem saídas.
Quero notícias suas, mas não me atrevo a sair por aí perguntando, nem procurando vc.
Tenho a impressão de sabes tudo da minha vida, mas da tua não sei absolutamente nada.
Ainda te amo muito, embora não deseje isso.
E nas confusões das lembranças misturo lágrimas e sorrisos, o bom e o ruim.
É como se meu coração tivesse virado uma balança sempre pesando prós e contras.
Meu coração vive medindo qualquer novo sentimento que desperta, para saber se realmente vale a pena deixar que se instale em seu interior.
Mas vc não sai dele, embora não contribua em nada para faze-lo ser mais feliz.
Nem um advogado perito será capaz de te dar ordem de despejo, pois por mais que eu tente acordar dessa história, vc continua enraizado em meus sentidos e pensamentos.
Às vezes sinto uma vontade louca de conversar contigo, te rever, só ouvir tua voz. Mas me policio e fico aqui ruminando essa dor, essa angústia, esse tédio.
É como se vc fosse uma tatuagem em minh’alma. Nunca será desfeita.
Ainda te amo, amo, amo, amo, amo, amo, amo...
Embora você não mereça, não mereça, não mereça, não mereça...

    delete

Laura Duque
Enviado por Laura Duque em 17/11/2005
Código do texto: T72873
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Duque
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 48 anos
294 textos (23183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:02)
Laura Duque