Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como uma gota de chuva

     Como uma gota de chuva que evaporou com os primeiros raios de sol, foi o que aconteceu com o nosso caso. Você o tratou como um nada, e como um nada ele se transformou, e nada que você fale ou faça muda esta situação.
     Triste eu estou, porque comigo você brincou, agora que eu não quero mais saber você vem a minha procura? Nem adianta se dar a este trabalho, pois tudo acabou e eu não te quero mais.
     Te dei meu carinho e minha compreensão, e você fez pouco caso, agora você só terá de mim desprezo e indiferença, algo que devia ter lhe dado desde o princípio, mas não me arrependo de nada, com você aprendi  da pior maneira possível que a vida é injusta, e que o amor que você jurou era mais uma de suas mentiras, para que, você pudesse conquistar mais uma. E agora estás feliz? Estás satisfeito com sua proeza? Espero qe sim.
     Agora que eu não tenho mais você, sinto que da minha vida foi tirada a cruz mais pesada e que meu viver se tornou feliz, pois você foi embora e com muita demora, e agradeço do fundo do meu coração por isso.
     Espero que nunca mais eu encontre você ou ouça falar sobre você, meu desamor. E que como uma gota de chuva que evaporou com os primeiros raios de sol, que você evapore da minha vida.
Jullian Petra
Enviado por Jullian Petra em 08/11/2007
Código do texto: T729166
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jullian Petra). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jullian Petra
Rio Largo - Alagoas - Brasil, 37 anos
89 textos (7422 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 20:15)
Jullian Petra