Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É MADRUGADA....! ! !

 
 
      Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]
 
Madrugada, triste final da noite sem dormir
Sinto o sereno, sobre meu rosto, a  molhar
Parece ser a lágrima gelada, do céu a cair
Sobre a face minha, já marcada, por chorar
 
Quero gritar teu nome, mas parece loucura
Assim me calo, olho o céu já sem estrelas
Sinto  pulsar, o coração cheio de amargura
Os sonhos, se apagam, como luz de velas
 
A saudade, caminha a meu lado sem tréguas
Teu vulto tento achar,  nesta mente tão louca
Mas parece que foges, estas longe a léguas
Mas ainda,  posso sentir,  o mel de sua boca
 
É este doce sabor, que me da alento de viver
Que evita, eu morrer de tanta tristeza e de dor
Nesta madrugada, que agora,  esta a fenecer
Lamento esta tua ausência, a falta de seu calor
 
No horizonte,  já avisto, uma tênue luz a surgir
Anunciando assim este novo dia que vai nascer
Eu como uma fera acuada, sem ter como fugir
Sei que este dia, será, mais triste, sem eu te ver
 
Mas entrego a Deus, minha ultima esperança
De que Ele, te ilumine, para acabar esta dor
Que maltrata, este homem, que não é criança
Mas sofre, agoniza, e padece tanto...por teu amor.....
 
 
 
 
 
   
 
Principe dos poemas e do amor
Enviado por Principe dos poemas e do amor em 09/11/2007
Código do texto: T730316
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Principe dos poemas e do amor
Aquidauana - Mato Grosso do Sul - Brasil
876 textos (106957 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 05:34)
Principe dos poemas e do amor