Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite Ventosa

A noite parecia calma.
Lá fora o vento fazia-se sentir.
As árvores, andavam de lá para cá,
Como se fossem baloiços.
Ninguém ia pensar que,
Depois de um dia de calor,
A noite seria ventosa.
Mas que importa,
Eu estou abrigado.
Mas aqueles que não têm casa,
Pobres coitados.
Que dormem num vão de escada,
Ou simplesmente numa rua!
Quem se lembra deles!
Não esquecendo aqueles,
Que se fazem ao mar!
Esse mar tão lindo, mas,
Que quando se enfurece,
Não perdoa todos aqueles
Que nele penetram!
Meu Deus, porquê?
Quem se lembra deles?
Poucos,
Porque os demais estão abrigados!

Carlos Jorge Gomes Candan
Enviado por Carlos Jorge Gomes Candan em 10/11/2007
Código do texto: T730960

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Jorge Gomes Candan
Portugal
51 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:59)
Carlos Jorge Gomes Candan