Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Comunhão

Prepara-te que a ironia vem.
Veloz e escandalizadora.
Sutil na boca soberba da autoridade.
Impune nos atos burgueses.
Enrolada no colarinho branco.
Brilhante nos ponteiros dourados.
Encantadora nos meios de comunicação.
Ágil e fatal em butiques de alto estilo.
Estou em todos os lados.
Presente na falta de perdão.
Mais não é questão disto.
Muito menos de religião.
A reflexão esta em seu batimento sangüíneo.
Não quero mudanças.
Sou contra a ignorância.
A verdade esta perdida.
Somos tratados como loucos.
O cronometro roda e a inteligência é contada.
Retorno de violência e incompreensão.
Tormento por horas.
Deixa eu entrar para te fazer pulsar.
Eu sou a brisa que toca seu rosto
Não estou ao seu redor
Sou a sua intimidade
Completo suas necessidades sem pensão
O que você esqueceu
É onde pode me encontrar
Quando andar livremente
E fazer valer o simples
Tenha certeza
Você acabou de me encontrar
Rodrigo Figueiredo
Enviado por Rodrigo Figueiredo em 10/11/2007
Código do texto: T731358

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Figueiredo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
11 textos (209 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:52)
Rodrigo Figueiredo