Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Extremos do meu ser

Perdida em meio a ilusões e desenganos,
Vago sozinha, com tristes planos.
Na realidade do meu ser errante,
Possuo ainda propósitos para mais adiante.

Não quero andar e parar,
Quero caminhar e chegar.
Não nasci pra acertar e nunca errar,
Mais vivo errando porque tento acertar.

Faço das mentiras que invento
Verdades que eu quero escutar.
E das verdades do meu ser
Pedras que podem te acertar.

Ferindo-te não quero te machucar.
Quando eu rio, não quero chorar.
Com tudo, nada quero encontrar.
Por estar feliz, de tristeza eu não vou lamentar.

Ao acordar, não quero ver anoitecer.
Ao dormir, não quero ver o sol nascer.
Quando me apaixonar, não quero me iludir.
Quando amar, não quero odiar por sofrer.

E quando eu morrer, espero em paz viver...
Poesia e Paixão
Enviado por Poesia e Paixão em 10/11/2007
Código do texto: T731867

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poesia e Paixão
Teresina - Piauí - Brasil, 31 anos
46 textos (21454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:03)
Poesia e Paixão