Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

dominios da vida incandescente

hoje estou só, me sinto só, pois sei que a escuridão é o caminho dos solitários e a pena dos condenados a sentir.
 Os Deuses não tiveram pena de mim, como então esperaria pena de simples mortais como eu nascido do ventre de prata de uma deusa chamada criadora... ah quantas palavras sem destino e quantos pensamentos imundos a me arodear !
sou encapais de provar meu próprio destino e sentir a licantropia mágica
dos Deuses em meu coração.
sinto que a hora chega e tenho que juntar meus sentimentos e pensamentos ocultos num asilo de espíritos abandonados por Hades !
quero ser o pássaro amaldiçoado por Era, quero sentir o verdadeiro sentir
da magia eterna quero cavalgar nas sombras das florestas flamejantes  seguido por unicornios e brisas inpétuas a vida das crianças ardentes  e abandonadas.
sou o filho da lua sou o fio da navalha doce da morte sou o dono de seus olhares sobre os meus grandiosa Hera!
 Ah mas em que ponto  estou chegando? deste modo não serei mais filho dos inquietos ventos do sul muito menos irmão dos ventos do norte.  a vida não tem muito sentido quando se anda em plena floresta aos encantos de bathomet e se  ouve as lindas canções de pã suberba!
espero os andares de chuva sobre meus olhos e vivo  sem saber o que é viver agora que sou seu filho e sei que me conheces meu pai.
Rodrigo filho das geadas
Enviado por Rodrigo filho das geadas em 10/11/2007
Reeditado em 10/11/2007
Código do texto: T731891

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (silent cry). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo filho das geadas
Nossa Senhora do Socorro - Sergipe - Brasil, 28 anos
7 textos (419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:55)
Rodrigo filho das geadas