Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Onda Que Apagou o Meu Cigarro

A estética e o cardume
Matinal de falsos desejos:
Ah! Como eu abafo e desgarro e
Como eu caio e como eu largo!

Sou um retrato colorido do
Pássaro de azul na pena:
De tanto comer baleias
Eu canto igual sereia.

Acendo meu cigarro e sorrio:
Nunca precisei do mundo mundo.
Ele precisa de mim mas não recorre
Eu não preciso dele mas eu afundo.
Ágata
Enviado por Ágata em 11/11/2007
Código do texto: T732977

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ágata
Franca - São Paulo - Brasil, 27 anos
42 textos (893 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 16:28)
Ágata