Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Silêncio

Arde na alma a ferida aberta
Queima na boca a vingança
Palavras que foram engolidas e apagadas
Sentimentos que foram acesos e deixados
À própria mercê, em sua curta vida-útil
Sem combustível pra manter a chama,
Sem remédio pra apagar a dor
Fogo Selvagem
Enviado por Fogo Selvagem em 18/11/2005
Código do texto: T73334
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fogo Selvagem
Campinas - São Paulo - Brasil
288 textos (8602 leituras)
2 áudios (149 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:26)
Fogo Selvagem