Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENINA, JOVEM E MULHER



Às vezes sinto-me uma menina
Que gosta de estar feliz a brincar
Ri por todas as coisas
E adora com doces se lambuzar.

Como qualquer criança
Que adora mil coisas imaginar
E gosta também de correr
E o colo da mãe ganhar.

Outras vezes sou aquela jovem
Compenetrada, bem comportada,
Mas que se entrega a devaneios
Na magia dos doces sonhos e anseios

Como adolescente, sou dona de mim,
Capaz de todos os garotos conquistar
Acho-me a mais bela das meninas
Mas somente quando estou a sonhar.

Sentir-me mulher é transmitir calor
Mostrar o lado feminino
Cheio de doçura e meiguice
Coração cheio de ternura e amor.

Às vezes sinto-me bem mais velha
Quando vejo a maldade, a falsidade
Imperando nesta falsa sociedade
E nada posso fazer para evitar a infelicidade.

Mas gosto mesmo é de ser esta mistura
Às vezes criança que em todos acredita
Em outros, adolescente sonhadora
Outras vezes mulher sedutora.

Rosita Barroso
11/11/2007
Rosinha Barroso
Enviado por Rosinha Barroso em 11/11/2007
Código do texto: T733393

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rosita Barroso - http://recantodasletras.uol.com.br/autores/rositabarroso). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosinha Barroso
Salvador - Bahia - Brasil, 63 anos
395 textos (33243 leituras)
1 e-livros (69 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 18:46)
Rosinha Barroso