Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
DESCENDO O PAU

Como queria, ver tudo colorido
como queria, viver sempre feliz,
mas, ja levei murro no pé do ouvido
ja arrebentaram meu nariz.

Queria ver a terra sempre florida
sem a morte , sem sepultura,
mas, ja me deixaram cheio de ferida
ja me encheram de atadura.

Queria paz para toda a nação
queria uma paz universal,
mas,ja me cortaram no facão
ja me furaram com punhal.

Queria um mundo sem intriga
que todos considerasse o irmão,
mas, ja me fizeram comer formiga
ja me espancaram na prisão.

Queria muitas flores em ramalhete
queria viver num mundo de oração,
mas, não aguento mais levar cacete
ja cansei de fugir  de tresoitão.

Queria um mundo sem briga
um mundo sem ter guerra,
mas, ja rasgaram minha barriga
e entupiram ela de terra.

Nesse mundo que e gente habita
ja não existe mais a união,
ja roubaram a minha marmita
ja envenenaram o meu pão.

Mas continuo esparançoso
e por nada no mundo desisto,
eu sei que vivo de teimoso
e ainda espero por Jesus Cristo. 
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 12/11/2007
Reeditado em 12/11/2007
Código do texto: T734245
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2600 textos (230411 leituras)
31 e-livros (2315 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 10:10)
GIL DE OLIVE