Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU, ANTES DE TUDO, UM SERTANEJO

A parte de mim que fica é por vezes a mesma que se vai
Em pensamento, sigo louca disparada
Em busca da terra minha, no coração sempre guardada.
Na busca das lembranças dos meus amigos, dos meus pais

É mesmo sufocante a saudade,
Rasga em forma de lembrança, e se faz solidão
Resisto bravamente à dor e busco em meio a ela
Os muitos amores, os momentos de completa satisfação

E como diz Euclides da Cunha:
 “um sertanejo é, antes de tudo, um forte”
E sem fugir as minhas origens, a minha raiz
Sinto-me um desse, respeitando dos sertanejos o porte
E guardando a minha lida a devida proporção.

Mas sigo na ânsia louca de conseguir
Mudar minha realidade e fazer dela novo mundo
Pra mim, e pra os que amo usufruir.
Acácio Véras jr
Enviado por Acácio Véras jr em 13/11/2007
Código do texto: T735689

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Acácio Véras Jr, www.acacioverasjr.multiply.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Acácio Véras jr
Teresina - Piauí - Brasil, 32 anos
56 textos (2270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 04:39)
Acácio Véras jr