Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
QUEM?

Ser ânsia
Quanta inconstância!...
Que pejo
Quanto desejo!...
Ser tudo
Já não me iludo
Que busca
Tudo se ofusca
A vida
Anda perdida
Ser nada
Na madrugada
Outono
Vem com'um pomo.

Um fruto
Vem num minuto
Num dia
Que fantasia!
Que sonho! -
Não m'envergonho
A noite
Vem como acoite...
Que medo!
Quanto segredo!...
Um gesto
Nada modesto
Se cansa
A esperança...

Quem dera
Qu'essa quimera
Sumisse
Qu'eu nunca visse
A brisa
Não tranquiliza
A chuva
É como luva
A rosa
É dolorosa
O círio
Chora martírio
A lua 
Vem toda nua

A estrela
Não dá pra vê-la
Não dura
Esta procura
Um verso
Pelo universo
S'esconde -
Pois quem responde?
Ninguém - 
Nem mal, nem bem
Então
O coração
Se cala
Quem é que fala?



  1999

Gonçalves Reis
Enviado por Gonçalves Reis em 13/11/2007
Código do texto: T736067

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gonçalves Reis
São Paulo - São Paulo - Brasil
1155 textos (73746 leituras)
1 áudios (107 audições)
1 e-livros (51 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 05:42)
Gonçalves Reis