Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imprevisível

Ele adorava pescar. E sonhava trabalhar com isso quando crescesse. Até hoje, toda a sua vida era relacionada à pesca. Ainda criança, sua mãe contava histórias de pescador para ele dormir. Já adolescente, ia às festas vestido de pescador. Achava que assim, pegaria o melhor peixe do baile. Nas festas juninas, era barbada: ele ganhava todos os prêmios da pescaria. Na época da faculdade, resolveu fazer jornalismo. E não tinha dúvidas, iria trabalhar numa revista de pesca.

Mas, por um desses caprichos da vida, ele nunca tinha tido a oportunidade de pescar. Nem em um daqueles pesque e pague. Até que um dia, no seu aniversário de 29 anos, seus colegas de trabalho resolveram fazer uma surpresa. Eles iram levá-lo para pescar no pantanal. Seria um batismo em grande estilo.

Compraram as melhores varas, iscas de todos os tipos, botas de borracha, luvas de couro especial, redes de todos os tamanhos e barracas. Um dos funcionários pensou até em comprar alguns peixes, caso o iniciante fosse mal sucedido, mas foi impedido pelos outros. No pantanal era impossível ter um mau resultado.

Chegando lá, eles prepararam o acampamento e correram para o rio. Todos no barco estavam ansiosos com aquele momento. E com menos de 5 minutos de espera, o novo pescador fisgou um peixe. Aquilo era o êxtase para o grupo. A comemoração foi grande. Tão grande, que todos caíram do barco. Menos ele. Se apoiou na vara, usou a força do peixe a seu favor e se equilibrou. A pesca havia salvado sua vida.

Depois de recolher o primeiro peixe pescado com seus próprios punhos, pulou na água para salvar seus amigos. Tarde demais. Todos estavam mortos. Mas ao invés de voltar para o barco e pensar na situação, ele percebeu que estava muito bem ambientado àquela água misteriosamente gelada e não teve dúvidas: mergulhou e saiu nadando. Virou peixe.

Imprevisível, não?
Ricardo Polinesio
Enviado por Ricardo Polinesio em 13/11/2007
Código do texto: T736278

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.polinesio.zip.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Polinesio
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
68 textos (5640 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 16:08)
Ricardo Polinesio