Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tributo à Solidão

Minha poesia é solitária
Porque apenas só comigo mesma
Sinto-me capaz de exteriorizar
O que sufoca a minha alma...

Apenas dessa forma
Posso libertar meus monstros,
E aplacar os meus medos...

Expulso o que é inútil da mente,
Para em suas sombras
Iluminarem-se os versos...

A solidão não me assusta
Não me abate,
Porque, para mim,
Ela não é sinônimo de tristeza...

Na verdade,
As circunstâncias me ensinaram
A tê-la como aliada para

usá-la como ponte,
e, finalmente, entrar dentro de mim...
Ana Pismel
Enviado por Ana Pismel em 14/11/2007
Código do texto: T737232
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Pismel
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
62 textos (102268 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 07:53)
Ana Pismel