Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CANÇÃO DAS MOÇOILAS PERDIDAS

Nesta floresta estamos perdidas
Somos gazelas no mato a chorar.
O que fazemos de nossas vidas
É um desastre que nos faz pensar.

Mas qual o tempo? e que refletir?
Se a floresta é densa, o medo corrói?
Somos apenas sombras de um existir
Que o povo da urbis com prazer destrói.

De braços dados com a desesperança
Aos homens, os corpos, emprestamos.
Qualquer trocado para a gastança,
Nos faz escravas, nem sequer amamos.

Estamos soltas à noite pelas pradarias
E enquanto a lua sobe no firmamento
Cavalgamos montes e por outras vias
Não temos porvir só este momento.

Somos romance aberto, que ninguém lê;
Temos vidas expostas em iminente dor;
Almas conturbadas que o mundo não vê;
Falta-nos compreensão e também amor.

No meio da floresta, olhos nos observam
Armam emboscadas, querem nos pegar;
Os galhos açoitam, temores enervam
Em sequidão ficamos; já não há sonhar!
Alex Guima
Enviado por Alex Guima em 15/11/2007
Reeditado em 17/11/2007
Código do texto: T737927
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Guima
Eunápolis - Bahia - Brasil, 44 anos
177 textos (114290 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:26)
Alex Guima