Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FUGA ROTINEIRA

Forte e profunda
Dolorosa, gostosa
Traiçoeira, comovente
É a dor que sinto
Quando de ti me aproximo
Sinto-me mais forte

Enlouquece-me, tortura-me, envaidece-me.
Desejo tocar-te, sentir teu corpo contra o meu,
Em um simples papo, disfarçado,
Covardemente me recuso e fujo.
Hoje tu, ontem alguém,
E amanhã, quem?

E assim se passam dias, meses, anos...
Minha fuga se tornou rotineira
A dor vira ferida que o tempo cicatriza
Mas fica sempre a marca e a mancha forte desse amor.

Josa Pinheiro
Enviado por Josa Pinheiro em 15/11/2007
Reeditado em 02/12/2007
Código do texto: T738177

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Josa Pinheiro
Fortaleza - Ceará - Brasil
162 textos (11332 leituras)
1 e-livros (522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:25)
Josa Pinheiro