Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poeta moderno

O lápis e a caneta,
Trocado pelo teclado,
O caderno e a caderneta,
Agora é tudo passado.

Antes era tudo escrito,
Porém hoje é digitado,
É o poeta moderno descrito,
Nesse mundo modernizado.

Antes tudo ele escrevia,
Hoje em dia digita,
Era cliente da papelaria,
Atualmente na informática habita.

Cadê suas poesias escritas à mão?
Que ficava em seu caderno!
Ele vive na era da informação...
A internet é seu mundo moderno!

A vida ficou facilitada,
É mais rápido digitar,
Também se tornou mais divulgada,
Seu acesso é para todos navegar.

Que a poesia viva,
De geração a geração,
E que o poeta se sirva,
De boa inspiração.

Fique conectado,
No mundo globalizado,
Não fique ao lado,
Entre que você é convidado.

Fica meu abraço,
Seja ao poeta moderno,
Não importa o seu traço,
Deixo meu carinho fraterno.

15-11-2007
Maico Oliveira
Enviado por Maico Oliveira em 15/11/2007
Código do texto: T738240
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maico Oliveira
Pinhais - Paraná - Brasil
558 textos (244268 leituras)
5 áudios (2325 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 22:23)
Maico Oliveira