Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FINDA SOLIDÃO

Não importa se no píncaro da montanha
Quem sabe no cume de um vulcão
Até mesmo no olho do furacão
Vou enterrar minha solidão
Pintarei de azul o mar vermelho
Do oceano farei um gigante espelho
E ali submergirei minha solidão
Farei de desertos campos verdejantes
Da rocha bruta lindos diamantes
Para cobrir essa minha solidão
Farei brisa das celeumas
Abraçarei todas as fleumas
Iluminando a escuridão
Mas buscarei minha alegria
Na mais profunda galeria
De teu doce coração
Ai já na haverá medo
Desvendarei o teu segredo
Desnudarei minha emoção
E tendo-a ao meu lado
Sonharei mesmo acordado
Matando assim minha solidão.

       Leilson Leão
Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 15/11/2007
Código do texto: T738321
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 51 anos
950 textos (70146 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 07:51)
Leilson Leão