Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Floresta da vida

Levei um sopro no rosto
O olhar do sul
Abriu-me sem pressa
Desaguou sonetos
Nos meus relances
Como uma fresta
Ouvi, refleti.
Rasguei meu peito
Em plena labareda
Desfiz sentimentos
Em palavras reservadas
E aconchegantes
Mero sonhador
Que viveu pouco,
Mas tem história de velho.
No alcance da paz
Vi-te sozinha
E resolvi encher-te
De esperança e força
Porque sou pensador
Sou homem
Sou amador das palavras
Sou cultivador das amizades
E seringueiro das florestas
Da vida.


ZUKER
Enviado por ZUKER em 15/11/2007
Reeditado em 15/11/2007
Código do texto: T738436

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ZUKER
Fortaleza - Ceará - Brasil, 40 anos
503 textos (16074 leituras)
4 e-livros (78 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 10:01)