Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Previnido

César um amigo meu, ele sempre diz - Eu sou um merda. Tenho medo de tudo.
Uma bela noite ele e a esposa estavam dormindo tranquilamente quando ela escuta um barulho dentro de casa. Reluta em chamar o marido. --Prá quê! Pensa ela, ele é medroso e vai piorar a coisa...
Tenta dormir e nada do sono pegar. Novamente escuta o barulho, fica com os cabelos em pé. E resolve chamar o marido dorminhoco.
-Ô César, acorda parece que tem alguém dentro de casa.
Torna a repetir o chamado e ele acorda, passando o dorso da mão nos olhos prá ver se desgrudo os mesmos.
--O que é mermo, mulher?
--Parece que tem alguém em casa...
--Eu vou resolver este problema agora prá gente dormir em paz!
   Admirada da valentia repentina do marido ela questiona:
--Tu vai fazer o quê, home? Cuidado que pode ser um ladrão, e pode tá armado...
--Sê besta muié, que eu não vou lá de jeito nenhum. Eu vou é verificar se a porta do quarto tá trancada direito...
Reinaldo Barreto
Enviado por Reinaldo Barreto em 16/11/2007
Código do texto: T739185

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Reinaldo Barreto - Barra do Mendes_BA). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reinaldo Barreto
Barra do Mendes - Bahia - Brasil, 67 anos
52 textos (28649 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/17 03:00)
Reinaldo Barreto