Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

                              Fantasia noturna.

               Luiz Claudio Bento Da Costa.

A noite vadia...
Atrás do corpo de uma mulher,
ainda não há uma mulher na rua.
Então chove e faz frio,
para desatinar.
As horas passam devagar,
a chuva cessa para serenar,
o frio ameniza e a brisa sofre,
a influência da lua.
Aquece o mar,
orvalha,
seduz e mostra as estrelas.
Avança a madrugada,
aroma de perfume,
mulher maquilada.
Um burburinho na esquina,
a cidade é fantasia.
Uma menina
corpo de mulher
olhar inocente
desnuda-se na noite.
A madrugada cala,
faz-se cúmplice da protituta,
que acompanha todos os dias
nas noites.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 16/11/2007
Código do texto: T739493
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 55 anos
737 textos (26914 leituras)
1 áudios (179 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 13:48)
Condor Azul