Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

2ª Companhia de Guardas

Disseram-me que era diferente
Algo parecido com estado de espírito...não sei bem o quê
Incrível como todos parecem contentes
Satisfação que dá vontade de todo mundo ter

Procuro, por todos os modos, encontrar o motivo
Ou pelo menos entender dessa gente
Que dias e noites, sob o sol ou frio
À guarda se entrega com ânimo latente

Não basta entender, tem de sentir
A força que nos imprime o braçal
Sustentando a tal ponto o nosso moral
Que a fadiga quase parece não existir

Quantas experiências agradáveis
Algumas delas até memoráveis
Nada, porém, comparado
A servir a ti, ó Guarda, como soldado
André Luiz Ribeiro
Enviado por André Luiz Ribeiro em 16/11/2007
Código do texto: T739716

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Luiz Ribeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 50 anos
59 textos (4419 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 07:11)
André Luiz Ribeiro