Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERDÃO SEM RETORNO

Deixei meu coração, sangrar à exaustão,
diante de tantas dores, que ora eu sentia,
quando  parou  de sangrar o meu coração,
acabara-se  o  amor,  eu não mais a queria.

Fiquei  então  parado, sem força, sem nada,
apenas  eu  queria  salvar meu sentimento,
ela, no  entanto, ao fim de sua caminhada,
ficava  só, parada, amargando  o momento.

Mas eu queria dar-lhe o meu perdão,
mesmo sem pedir-me ou  me implorar
e sempre  que eu tinha toda solução,
ela  se  limitava a chorar, se lamentar.

Mas como eu  havia cumprido meu papel,
queria  apenas ir seguindo meu  caminho,
mas  quando se acabasse  dela o carretel,
talvez ela quisesse retornar ao meu ninho.

Mas a  boca que  eu beijo nela  não escarro,
nem tenho a ingratidão como  companheira,
e  ela, se quiser ,que procure outro escravo,
a chance que eu dei, foi a derradeira.

16/11/07

Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 17/11/2007
Reeditado em 05/03/2009
Código do texto: T740492
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (112327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 16:49)
Vanderleis Maia