Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPELHO DE NARCISO

O espelho de Narciso refletia sua imagem,
não uma imagem qualquer, mas uma que diariamente foi
sendo planejada como que em um encantamento.
A imagem que sua mente criou para si mesmo possuía
em sua perfeição a beleza por ele desejada.
Seus olhos foram educados para satisfazerem os seus caprichos.
Este espelho mostra apenas uma imagem superficial, ilusória.
Não reflete quem ele é de verdade, sendo apenas breve representação.
Opaca, vazia de sentidos forjada por efeitos ópticos, luminosos e mentais!
Narciso olhava por uma perspectiva castrada, com uma visão caolha.
A atitude dele reflete a situação do mundo contemporâneo.
Em nenhum outro momento da história o homem sentiu-se tão poderoso,
independente e... perfeito!
Temos escolhido olhar por este ângulo para nós mesmos,
assim o que vemos é uma imagem estereotipada.
Beleza, força, criatividade, independência tem sido nossa bandeira.
Mas não passamos de frívolos e cegos seres humanos
incapazes de acrescentar um só dia a nossa vida.
Precisamos urgentemente nos olhar com outros olhares,
buscando uma visão multifocal de nós mesmos, do mundo, do universo,
resgatando a essência que foi perdida ou esquecida!
Possibilitar uma nova dimensão, um olhar além do efêmero, do visível.
Se permanecermos nesse desejo de “endeusamento” daquilo que
nós vemos, esqueceremos que existem outros horizontes e possibilidades.
Necessitamos sair dessa clausura, dessa estagnação e construir
um mundo melhor para nós e às gerações vindouras.
Não precisamos esperar o mundo mudar, a mudança
deve começar por nós, por mim, por você!
Ainda existe uma centelha de esperança!
Não se iluda, o espelho de Narciso reflete apenas
aquilo que você deseja ver.
O espelho de Narciso reflete a imagem que a sociedade e a mídia
vem construindo, o modelo de “perfeição”, superficial, exteriorizada, sem conteúdo.
Cada um de nós é único, a nossa beleza e importância não está na aparência física
ou posição social, mas naquilo que somos interiormente.
Lendo as entrelinhas
Enviado por Lendo as entrelinhas em 18/11/2007
Código do texto: T742107
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lendo as entrelinhas
Dourados - Mato Grosso do Sul - Brasil, 47 anos
70 textos (8602 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:54)
Lendo as entrelinhas