Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ode a uma cagada
 
"Ao som de muitos flatos
e de uma indisposição intestinal terrível!"

Existem pessoas que se pensam canonizadas,
Imaculáveis, etéreas, pessoas-Deus!
Gentes cujos cadarços
Projetam-se, pasmem, na altura dos braços!
Sim, invulneráveis!
Prostrar-se, jamais!
Pessoas cujos joelhos
São feitos de aço,
Tal qual a fortaleza dos paços.

Vivem soberanas num Trono Dourado,
Repleto de imagens buñuelescas
E de espelhos mágicos, como o salão de Dorian Gray.
Pessoas cujo mundo,
Tal quais as galáxias,
Parece um Universo profundo.

O nosso,
Mundo amarelo... Credo!
Serve apenas para limpar seus chinelos!

Seres cósmicos, puros.
Somos as harpias,
Somos as vísceras da preguiça –
Somos o esterco do adro
Que eles nunca pisarão.

Enfim,

Somos o tapete de capacho que pisarão,
Somos os dejetos que eles limparão!

Que lindo texto!
Faria muito efeito, se’u não estivesse Cagando!... literalmente para eles!
Agmar Raimundo
Enviado por Agmar Raimundo em 19/11/2007
Reeditado em 15/03/2017
Código do texto: T742999
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Agmar Raimundo
Monte Santo - Bahia - Brasil
202 textos (3867 leituras)
14 e-livros (4472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 19:39)
Agmar Raimundo

Site do Escritor