Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

>NÃO APRENDI DIZER ADEUS*

Não quero dizer adeus às vezes
Mas, tem adeuses indispensáveis
Que fazer pra encurtar os meses
Com tantos espaços comunicáveis

Mas, tem adeuses indispensáveis
Quando o coração padece, queda,
Com tantos espaços comunicáveis
Urge uma resposta fim de guerra

Quando o coração padece, queda,
Seja o adeus a salvação breve
Urge uma resposta fim de guerra
A paz renova a vida tudo leve

Seja o adeus a salvação breve
Um até logo ao dobrar uma esquina
A paz renova a vida tudo leve
Renascer é glória, vida, não sina

Um até logo ao dobrar uma esquina
Nasce um novo dia, anos meses
Renascer é glória, vida, não sina
Não quero dizer adeus às vezes

Mote do Fórum do RL (Pantum)
Sonia Nogueira
Enviado por Sonia Nogueira em 19/11/2007
Reeditado em 20/11/2007
Código do texto: T743132

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia Nogueira
Fortaleza - Ceará - Brasil
2360 textos (127400 leituras)
12 e-livros (650 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 20:52)
Sonia Nogueira

Site do Escritor