Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Exclusão

A noite gélida e ríspida,
Atravessa meu cobertor.
Eu sou o resto, o resto do mundo.

Sem oportunidade, sem educação
Jogado a mercê dos bandidos de plantão.
Eu reclamo? Estou reclamando?
Não, não estou,
Afinal, sou um deles também.

Refém do medo,
Guerreiro da coragem,
Ou peço esmola, ou passo fome
Qual escolher?
Do outro lado um sonho de verdade.

Meu nome,
Me chama de resto, eu sou o resto do mundo.

Sou ignorante, sou traficante
Lutando a cada dia, a cada instante.
Desespero, aflição,
Magoa, rancor,
São sentimentos que eu já sei de cor.

O medo está apenas na nossa mente,
Mesmo assim, ocupando um lugar especial.
O amanhã eu não sei,
Só sei que o presente é aqui e agora,
Junto com o resto do outro mundo.
Daniel Veras
Enviado por Daniel Veras em 19/11/2007
Reeditado em 20/11/2007
Código do texto: T743166

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Veras
Embu das Artes - São Paulo - Brasil, 28 anos
9 textos (1480 leituras)
1 e-livros (87 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 11:05)
Daniel Veras