Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

.Es muss sein.

Sinto-me fechado à angústia do enclausuramento.
Não passou?.. Não Drummond, não passou.
Não passa.
Não pisa.
Não pensa.
Essa afirmação que nos é sempre dada quase deixa triste aquele que se fez fingir poeta.

O que mudar no Mundo?.
Eu faria o que faz triste a intrinsiqueza.
Pois sofrer de uns algos só nos faz saber (.)do que não dá pra fugir(?).
Justificaria o falso fixo.

Estou triste. Fator comum, pretérito imperfeito.
Aliás.. O Motivo da tristesa é fator comum.
Mas o que importa? (Importa?)
As tristesas m'são banais.
como as outras.
Como a minha.

Não!
Nego.
A minha não.


Meu Mundo é meu.
Que gira em mim.
Se é meu,
o Mundo,
o giro,
o eu,
Tudo vale a parte e toca o peito.
Mas se é respeito ao Mundo, é respeito a mim.
Acho que é por isso que esse seu meu agora me faz tanta falta.



Sou ditador de um Mundo turista que faz luto para cada qual que parte
(ou parto,
partimos,
partes,
parteis,
partem).
Melques Aleixo
Enviado por Melques Aleixo em 19/11/2007
Reeditado em 19/11/2007
Código do texto: T743233
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor. (Completo)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Melques Aleixo
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 29 anos
16 textos (972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:23)
Melques Aleixo