Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem Título - 2004  Óleo sobre tela  - Deolinda Fonseca



Versos insanos...



Que poesia é esta ?
Que não revela quem sou
Que não diz aonde estou
Mas, bate de frente comigo

Vou pra Vênus, sem camisa
No impulso da solidão
Bebendo aos goles o “não”
Com gelo, ainda consigo...

Mas, que doideira é esta ?
Que deixa o poema disperso
Trazendo alegria ao inverso
Não é dor, então é castigo ?

Se for pra lua, me avisa !
Que vou repetindo o refrão
Nos versos da mesma canção
Zombando de algum perigo

Mas que agonia é esta ?
Que acobertou nosso plano
Se somos fulano e cicrano
Olhando pro mesmo umbigo

E quando voltar, seja breve !
Não deixe a lua vazia
Faça-lhe uma poesia
Pra saber que és meu amigo

Mas, que saudade é esta ?
Que mostra a cara abatida
Que deixa a fala dividida
Mexendo comigo e contigo...




Versos Humanos
==============ErdoBastos
 
Que poesia é esta?
Que não revela onde estás,
onde o tempo anda pra trás
e aceita a dor que a infesta?
 
Que viaja pelo espaço
sem nenhuma proteção
e que bebe um gelado não
e aceita a falta do abraço?
 
Que doideira é esta?
Tem que inverter é a tristeza
e botar a esperança na mesa
como sobremesa em festa!
 
Castigo é pra quem faz um crime
não pra quem é só bondade.
Aceita esta grande verdade:
A fé no amor nos redime.
 
Se for pra Lua te aviso
e te ensino outro refrão
que torne doce a canção
e te exponha o sorriso.
 
Mas, que agonia é esta?
Se o plano era não fazer planos
e ser felizes, por anos,
fazendo da vida, seresta.
 
Bota um sorriso na cara!
Olha pra frente, avança
pelo salão onde a dança
segue o som que nunca para
 
E dança, dança, meu grande amor,
Pinta a cara com a alegria
Que o sol pinta as cores do dia
E esquece toda esta dor
 
Porque vou ao teu encontro
aonde quer que tu estejas
e farei que feliz tu sejas
neste mundo, não em outro.
 
A vida é aqui e agora
E a vida é a gente quem faz
Pra frente e não pra trás.
Nosso futuro, amor meu, é agora!
 





Firehouse
I Life My Love For You
(esta é a canção)
Charlyane Mirielle
Enviado por Charlyane Mirielle em 19/11/2007
Reeditado em 20/11/2007
Código do texto: T743531
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Charlyane Mirielle
Londrina - Paraná - Brasil
923 textos (121829 leituras)
8 áudios (1802 audições)
2 e-livros (460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:42)
Charlyane Mirielle