Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem Dera!


Porque sem o silêncio música não há
E sem noite perde-se a beleza do dia
E sem dor não se agradece a alegria
E sem tropeços não se aprende a andar
Porque não se sabe do desamor sem amar
E nem da saudade sem ter sentido a presença
E das lembranças sem ter vivido a vida
E do colo sem ter provado a acolhida
Ah! Quisera que a vida fosse só rosas
Mas mesmo assim, quem dera
Que elas fossem apenas o perfume!
Bem sabemos a dor de sentir
Que o espinho feriu e fez o sangue correr...
Ah! Meu amor quisera
Que os dias pudessem ser
Apenas acertos, harmonia.
Eles são o que são
Assim como eu e você
E poderão ser mais e melhores
Se enfim, pudermos agradecer,
O que somos,
O que temos,
E o nosso infinito devir!


Joselma de Vasconcelos Mendes
Enviado por Joselma de Vasconcelos Mendes em 20/11/2007
Código do texto: T745448
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joselma de Vasconcelos Mendes
Serra - Espírito Santo - Brasil, 58 anos
404 textos (22077 leituras)
7 áudios (779 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 12:20)
Joselma de Vasconcelos Mendes