Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sábado Amargurado

Estou amargurado tentando fugir,
De tudo que me faz sentir a melancolia,
Amarga que deixa um gosto estranho,
E me faz ficar alheio ao entendimento...

Busca desesperada do toque mágico,
Espera angustiante pelo findar da mágoa,
Falsa menina do gosto da verdade,
Minta outra vez ou então desapareça,
Não tente ser verdadeira no que diz,
Seu esforço não faz nenhum sentido...

Estou amargurado tentando esconder,
A tristeza fria estampada no rosto,
O gelo que você carrega em seu peito,
Insiste em fazer o teatro sem publico...

Busca da aliança que pode unir a corrente,
Que me leva para onde nem sei,
Falso momento do salgado prazer,
Que dita as regras do jogo do amor,
Não me condene por não saber,
Algum dia encontro o caminho certo...

Estou amargurado e disfarçando legal,
Não me importo se a dor será mais forte,
Preciso esquecer da última festa,
E esperar pelo próximo instante do brilho...
Fábio Júnior Hennika
Enviado por Fábio Júnior Hennika em 21/11/2007
Código do texto: T745758
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Júnior Hennika
Bento Gonçalves - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
14 textos (604 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 20:52)
Fábio Júnior Hennika