Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ópera da guerra que não venci (As flores continuam de luto)

Ópera da guerra que não venci
(As flores continuam de luto)

Caminho por entre um campo minado,
Entrincheirando-me entre as explosões,
Bem no meio de um fogo cruzado,
Observando os bombardeios dos aviões...
~
Vejo prédios queimando, outros tombando,
E blindados desfilando nas ruas
Há pessoas mortas, outras chorando,
E balas penetrando em carnes cruas...
~
Perdi minha identidade para o medo,
Mas isso não é segredo, pois não sei fingir
E ele, não me abandonará tão cedo,
Mas esta guerra, também me ensinou a mentir...
~
Pois luto com um inimigo que não é meu,
Não sei quem ele é, não o conheço
Por isso perdi minha fé, transformei-me num ateu,
Não acredito em Deus, e isso não é um bom começo...
~
Meu amigo tombou ao meu lado, ele não voltará,
E as flores não estão de luto por sua memória
Pergunto-me, a próxima vítima quem será?
Abatido por uma bala, em sua trajetória...
~
Vejo que a torre da catedral permanece em pé,
Porém só sobraram escombros onde antes era o altar
Talvez alguns soldados, seduzidos por sua fé,
Resolveram que a torre e sua cruz deveriam poupar...
~
E é de lá que se ouve uma melodia em rancor,
Como uma ópera, da guerra que não venci,
É uma canção, numa voz carregada de dor,
Numa emoção, que mal cabe dentro de si...
~
Deveras, ele é um autocida como eu,
Ao ver o lugar de seu batismo desmoronado
Ou talvez com as imagens quebradas se comoveu,
Ou quem sabe como eu, sente-se um derrotado...
~
Pois por todos lados, há corpos dilacerados,
Há vidas que partiram tão bruscamente
Sinto-me como se eu fora pelo diabo enviado,
Para arrancar a flor pela raiz, e matar a semente...
~
Mas a guerra não é minha, o inimigo não é meu,
Mas o senhor da guerra, com isso sê satisfaz
E me manda para o front, pois o assassino sou eu,
Fazendo-me lutar por um falso epíteto de paz...
Marco Ramos
Enviado por Marco Ramos em 22/11/2005
Código do texto: T74690
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Ramos
Salvador - Bahia - Brasil, 47 anos
242 textos (16665 leituras)
5 áudios (355 audições)
3 e-livros (406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:40)
Marco Ramos