Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ADIANTADO

Não espero a noite cair
Nem fadas me darem poções,
Não sou louco que procura luz,
Nem bicho que se esconde
Com medo de sua própria sombra.

Não espero a esperança
Que não tem olhos,
Nem as que enxergam,
Numa visão turva,
Sou sempre mais rápido,
Do que minhas opiniões,
E sempre mais errado
Que elas.

Não espero o tempo,
São só dias que passam,
E meses que atravessam um ano,
Talvez sentidos ou só minutos,
Que me tomam de adeus,
Nas entrelinhas dessa distancia,
Que tracei sem pensar.

Por isso não tenho tempo,
Mais tento pisar no ponteiro,
E seguir seu sentido,
Mesmo assim os dias tristes
Não me alcançam,
Ou me percebem,
Pois estou sempre
Adiantado pro destino.

Rodrigo Obelar
Enviado por Rodrigo Obelar em 22/11/2007
Código do texto: T747734

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Obelar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
68 textos (2124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 13:29)
Rodrigo Obelar