Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOITE CLARA COM A LUA NO HORIZONTE



É noite clara e a lua está cheia.
O céu está em paz,
Mas minha mente não.
Devo estar louco.
A lua parece um grande buraco no céu,
E São Jorge não existe.
Mentiram pra mim.
E minha mãe onde está?
Estou triste,
Mas o céu deve estar em festa
Pois todas as estrelas estão acesas.
Alguém tem um cigarro?
Ainda não descobri por que hoje é segunda-feira.
Cadê a primeira-feira?
Vejo o horizonte cada vez mais longe
E a lua cada vez mais alta.
Ainda bem...
Pensou o dragão pular aqui na Terra?
E você quem é?
Por que está rindo?
Só por quê sou poeta e louco?
Ou por quê sou apenas poeta?
Ao longe vejo a selva de pedra,
de vidro, de tudo
Luzes acendem e apagam,
Pessoas vão e vem,
E eu aqui vendo tudo
De uma platéia anônima.
E o palco armado.
E a lua cada vez mais alta,
E o céu ainda está claro.
Eu não sei o que fazer.
Se fico ou se vou.
Se vou não fico,
Se fico não vou.
A vida é uma confusão constante,
De uma constante confusão.
De palavras que são palavrão
Essa língua...
Deixa pra lá.
Um dia entenderei o homem e sua língua,
Mas por enquanto ficarei
Olhando a Lua escalando o céu.




José Carlos Justino
Justino
Enviado por Justino em 22/11/2007
Código do texto: T747878

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Justino
Pinhais - Paraná - Brasil, 47 anos
27 textos (7164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 13:37)
Justino