Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SOMBRA DO ESPELHO.

ADORMECI EM UMA CAMA DE LODO,
MEU COBERTOR FEITO DE LAMA FRIA.
NO FUNDO DE UM PORÃO NINGUÉM ESCUTAVA MINHA VOZ,
MESMO NO ESCURO ENXERGUEI UM VULTO NEGRO.

ELE TINHA UM CHEIRO ESTRANHO,
SEUS OLHOS NÃO TINHAM BRILHO.
PARECIA LER MEUS PENSAMENTOS,
NADA ELE FAZIA PARA ME AJUDAR.

PERTUBADO FIQUEI SEM ENTENDER,
QUEM ERA AQUELE HOMEM MAL ENCARADO?
MAIS DEPOIS ESCUTEI UMA OUTRA VOZ QUE DISSE,
ESTE SENHOR E VOCÊ, ENCAREI O SEU ESPELHO.

E NA SOMBRA DESTE ESPELHO,
EU VI MEUS ERROS, MINHAS CULPAS E TODO O MEU PASSADO.
FIQUEI COM MEDO, MAIS ACORDEI E LEVANTEI DA CAMA,
E COMECEI A MUDAR.

Brione Capri
BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 22/11/2005
Reeditado em 27/11/2005
Código do texto: T74833
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66587 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:35)
BRIONE CAPRI